GILM – Grupo Informal sobre Literacia para os Media

  • Comissão Nacional da UNESCO
  • Conselho Nacional de Educação
  • Direção-Geral de Educação
  • Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas
  • Entidade Reguladora para a Comunicação Social
  • Fundação para a Ciência e a Tecnologia
  • Plano Nacional de Leitura 2027
  • Secretaria-Geral da Presidência do Conselho de Ministros
  • Rádio e Televisão de Portugal
  • Rede de Bibliotecas Escolares
  • Universidade do Minho – Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade

Apresentação e objetivos

  1. A literacia mediática, bem como as literacias que esta compreende, como a da informação e a digital, representa cada vez mais um vetor estratégico da formação dos cidadãos e um desafio para as políticas públicas educativas, culturais, da comunicação social, da sociedade da informação e da cidadania.
  2. Tal importância vem sendo crescentemente reconhecida por organizações internacionais como a Unesco, o Conselho da Europa e a União Europeia, que fizeram desta matéria assunto central da sua ação.
  3. Também em Portugal se foi tomando consciência da relevância desta literacia, pelo que em 2009 foi constituído o Grupo Informal sobre Literacia Mediática (GILM), integrado por representantes de instituições públicas com responsabilidades nesta matéria, que quiseram colaborar no sentido de inscrever este assunto de forma mais saliente nas políticas públicas.
  4. O Grupo foi inicialmente constituído pelo ex-Gabinete para os Meios de Comunicação Social (GMCS), a Entidade Reguladora para a Comunicação Social, o Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade da Universidade do Minho, a Comissão Nacional da Unesco, o Conselho Nacional de Educação e o Ministério da Educação, alargando-se posteriormente a outras entidades. Atualmente, o GILM integra: Comissão Nacional da UNESCO (CNU); Conselho Nacional de Educação (CNE); Direção-Geral da Educação (DGE); Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB); Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC); Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT); Plano Nacional de Leitura 2027 (PNL2027); Rádio e Televisão de Portugal (RTP); Rede de Bibliotecas Escolares (RBE); Secretaria-Geral da Presidência do Conselho de Ministros (SGPCM); e Universidade do Minho – Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (UM-CECS).
  5. Sem esquecer que em Portugal, nas últimas décadas do século XX, já existiam algumas e significativas iniciativas do âmbito desta literacia, desenvolvidas de forma não articulada por entidades várias como cineclubes, jornais, rádios, e escolas haverá, todavia, que referir como marcos da história da LM no nosso país, a Declaração de Braga, aprovada no I Congresso Literacia Media e Cidadania promovido pelo GILM, em 2011, e a aprovação pelo Conselho Nacional de Educação, também em 2011, da Recomendação sobre Educação para a Literacia Mediática. Dirigida ao Parlamento e ao Governo, a Recomendação pugnava no sentido de ser dado maior destaque à literacia para a informação e para os media, no quadro da educação para a cidadania.
  6. O GILM, como o nome indica, funciona de modo informal, sem existência ou mandato formais, com o objetivo de partilhar informação relevante, cooperar em iniciativas que possam beneficiar das sinergias de várias das entidades participantes, contribuir para a definição de políticas públicas na área da educação para os media e promover ações comuns abertas à sociedade.
  7. É convicção do GILM que só através de uma equipa formada por entidades distintas, convergentes em interesses e objetivos no que a esta matéria específica diz respeito, se torna possível reunir os ingredientes necessários ao desenvolvimento e sucesso das iniciativas a seguir referidas, como sejam, a conjugação de esforços e de recursos, a diversidade de perspetivas e de contributos, a aprendizagem recíproca proporcionada pelos diferentes níveis de conhecimentos sobre as várias vertentes envolvidas, o alargamento da rede de contatos, a amplitude da adesão dos participantes e da visibilidade dos projetos.

Iniciativas

Congressos Literacia, Media e Cidadania
Com periodicidade bienal e com a presença de reconhecidos especialistas nacionais e estrangeiros, os congressos promovidos pelo GILM passaram a centrar-se, desde a 3.ª edição, num eixo temático específico. São frequentados por docentes, académicos e profissionais ligados à comunicação social.

Fóruns Informais de Literacia Mediática

Encontros com peritos, para debate de temas atuais e pertinentes no âmbito da literacia mediática, quer mais dirigidos à comunidade escolar, académica e de profissionais da comunicação, quer de interesse mais alargado em termos de público.

  • I Fórum Informal sobre Literacia Mediática (I FILM), em 2016, no Palácio Foz. Consistiu num encontro entre os membros do GILM e cerca de três dezenas de peritos e personalidades com reconhecido trabalho e reflexão em matéria de literacia mediática.
  • II Fórum Informal sobre Literacia Mediática (II FILM), subordinado ao tema Internet, Proteção de Dados e Literacia para os Media e organizado em parceria com a Comissão Nacional de Proteção de Dados. Lisboa, Escola Secundária D. Filipa de Lencastre, 2017.
  • III Fórum informal sobre Literacia Mediática (III FILM), dedicado a Notícias Falsas, Desinformação e Liberdade de Expressão, com a colaboração do Sindicato dos Jornalistas. Porto, Biblioteca Municipal do Porto, 2018.
  • IV Fórum informal sobre Literacia Mediática (IV FILM), sobre o tema Que competências para a revolução digital? organizado em parceria com o Conselho Nacional de Educação. Lisboa, CNE, 2018.

Operação 7 Dias com os Media

  • A 3 de maio de 2012, Dia Internacional da Liberdade de Imprensa, foi promovida a Jornada Um dia com os Media, que integrou iniciativas de instituições diversas e o lançamento pelo ex-GMCS, em parceria com a Rede de Bibliotecas Escolares (RBE), do concurso de slogans Como seria a tua vida sem os Media?
  • Tendo sido uma experiência bem sucedida, a Jornada evoluiu no ano seguinte para a Operação 7 Dias com os Media, com o propósito de incentivar pessoas e instituições, na semana de 3 a 9 de maio de cada ano, a refletir e debater o papel e os efeitos dos media nos vários planos do seu quotidiano individual e coletivo.
  • A partir da 1.ª edição, 7 Dias com os Media 2013, a Operação manteve-se todos os anos. As atividades registadas nas últimas edições estão acessíveis a partir da página da edição atual, a 8.ª edição, com o título 7 dias com os Media 2020 sem sair de casa.

Parcerias

Na qualidade de parceiro, o GILM tem estado associado a iniciativas promovidas por outras instituições, com destaque para a Universidade do Minho e das quais salientamos: